Nos Estados Unidos, salários baixos levam professores para outras áreas

By Martina D. - março 05, 2019

Nos Estados Unidos, nem todos os professores estão satisfeitos com os seus salários, de acordo com o site americano Money. Os salários variam entre $45,330 e $73,610 por ano (aproximadamente R$13.000 a R$22.000 por mês) para jornadas de 40 horas semanais em escolas de diversas regiões do país.

Os baixos salários causam a escassez de professores no país, especialmente nas regiões de Hawaii, Arizona, California, Indiana, Washington e Nevada. Além disso, o país criou 2,6 milhões de empregos no ano passado, ante 2,2 milhões em 2017. O site americano Cheat Sheet afirma que o Arizona esta "contratando qualquer pessoa com pulso para ensinar". Ou seja, o professor não precisa ser formado e nem apresentar qualquer certificação. Ele pode comprovar 5 anos de "experiência relevante" em qualquer área de atuação para lecionar no Arizona. Nos Estados Unidos e em outros países do mundo as disciplinas da educação básica não requerem que o professor seja formado na disciplina lecionada em específico. Se o profissional for formado em jornalismo, por exemplo, ele pode ensinar literatura nas escolas.

Além destas regiões e das principais capitais do país, as áreas rurais também se destacam pela escassez de professores na educação básica. As matérias com maior demanda são: matemática, educação especial, ciências, língua estrangeira e inglês como segunda língua.

Fonte:
http://money.com/money/longform/teacher-pay
https://www.cheatsheet.com/culture/teacher-shortages-severe-states.html
https://www.washingtonpost.com/news/answer-sheet/wp/2017/05/14/in-arizona-teachers-can-now-be-hired-with-absolutely-no-training-in-how-to-teach/?utm_term=.658a972003f4
https://extra.globo.com/noticias/economia/criacao-de-vagas-de-empregos-nos-eua-salta-em-dezembro-taxa-de-desemprego-cresce-23345994.html

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários