A desvalorização dos idosos no Brasil

By Martina D. - março 28, 2019

Os resultados da pesquisa internacional realizada pela Global AgeWatch Index indicam que o Brasil oferece qualidade de vida abaixo da média global para os idosos. Nosso país encontra-se em 58º lugar numa lista de 96 nações avaliadas, atrás mesmo de países reconhecidamente mais pobres, como Bolívia, Equador e El Salvador.

O documento é o único que mede o bem-estar dos idosos no mundo e surgiu exatamente como uma forma de avaliar e pressionar os países na implementação de ações. Trata-se da compilação de dados produzidos pelo Banco Mundial e pelas agências especializadas da ONU, como a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Outra parte do trabalho leva em conta a percepção dos próprios idosos sobre seu dia a dia.

É necessário relembrar que em países como o Japão e a China os idosos são vistos como pessoas sábias e respeitosas. No Japão os idosos tem até um feriado nacional: o Dia do Respeito ao Idoso (Keiro no Hi), comemorado na terceira segunda-feira de setembro. Na data, os japoneses vão às ruas para fazer atividades físicas e celebrar a longevidade. É interessante também destacar que para que estes eventos ocorram não é necessário que haja verba pública ou alterações na constituição, e sim a consciência da importância e do valor dos mais velhos, que carregam mais experiência de vida e também o conhecimentos de outras gerações.


Fonte: https://oglobo.globo.com/sociedade/qualidade-de-vida-de-idosos-brasileiros-esta-abaixo-da-media-global-mostra-relatorio-14098752

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários